sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

breve Presente

Os momentos de adversidade parecem ser aqueles em que mais amamos Deus, não é verdade?
Mentira! Cada momento de alegria é tão rico em contentamento que seriam poucas as palavras a expressar quão grande é nosso amor por nosso Criador. Demonstramos amor a Deus ao celebrarmos cada presente que ele nos dá, sorrindo diante de cada fruto merecido e chorando emocionadamente diante de cada semente agora conquistada e outrora necessitada, almejada. Damos a tais sementinhas o nome de Presente. E sabemos que o Presente veio de uma planta de raízes já fixadas em solo próximo, o Passado. Sabemos ainda que esta sementinha cujo nome é presente, pode germinar em próspera muda a ser chamada de Futuro.
Se estou eu aqui a expressar em palavras minha gratidão à Vontade Divina, seria então por que estou diante de um momento de dor, em que posso voltar-me a mim mesma e refletir-me em um meio de expressão, no meu caso, em palavras?
Sim, vivo breve e intenso momento de dor, mas também de alegria, de êxtase... sinto-me parte do milagre da Vida, este já tantas vezes relatado como sincronia de dor da mudança e êxtase do novo... é aqui que me encontro agora, neste Presente de uma providência maior que meu livre-arbítrio.
Cabe a mim não esquecer que como parte de um todo, minhas escolhas são únicas todavia não isoladas; cabe a mim seguir em passos mínimos porém singulares dentro desta jornada; cabe a mim procurar viver o Presente, respeitando a frondoza e exuberante copa de meu Passado, vislumbrando raízes seguras e profundas a meu Futuro.

Agradeço por tudo, Deus!
Já que não encontro melhores palavras, prosseguirei meu agradecimento vivendo... viva!

Um comentário:

Silvana Nunes .'. disse...

SALVE !
Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país - tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea - a do pássaro-cabeça-de-vento.
É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso - só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
A PAZ .
Saudações Florestais !